Dermatologia Felina

Alergias

CONTROLE OS QUADROS ALÉRGICOS

O que está acontecendo?

Felinos são experts em mascarar distúrbios dermatológicos, porém lambedura excessiva serve como um bom indicador.

Causas

Os quadros alérgicos são recorrentes de uma reação de hipersensibilidade do tipo I (mediada por IgE) a certos tipos de alérgenos, como:

  • ambientais;
  • parasitas: pulgas, mosquitos, ácaros e outros ectoparasitas;
  • alimentar: componentes presentes na alimentação/aditivos.

Pode ser uma tarefa difícil para o veterinário determinar qual alérgeno está causando uma reação de hipersensibilidade no animal.

barreira cutânea saudável é essencial para manter a proteção do corpo contra alérgenos. Gatos, ao demonstrarem uma reação alérgica a um determinado alérgeno, implica dizer que há um problema na barreira cutânea do animal. Logo, proteger esse frágil ecossistema é essencial para proteção do animal a alérgenos presentes no ambiente.  DOUXO®  auxilia no cuidado diário em restaurar a barreira cutânea do seu gato.

Sinais

Gatos podem apresentar diferentes alterações clínicas para distintos problemas alérgicos, sem haver sinais patognomônicos para nenhum desses quadros. 

Porém, alguns sinais são sugestivos de um quadro alérgico, como: formação de crostas, lambedura excessiva, seborreia seca ou untuosa, regiões eritematosas, áreas com crescimento desordenado de bactéria ou fungos, entre outros.  Os gatos ainda podem apresentar um quadro de dermatite miliar. Alguns sinais alérgicos podem ser observados na região facial do animal, caracterizados por lesões decorrentes de coceira intensa. Uma lesão bem característica dos felinos é o complexo granuloma eosinofílico, que consiste num grupo de lesões que afetam a pele e a cavidade bucal dos felinos e causam graus variáveis de prurido e dor.

 

A pelagem felina deve estar macia e com brilho adequado, sem quadros alopécicos nem seborreicos. 

Qualquer mudança comportamental do seu animal pode resultar em um quadro de lambedura excessiva, o que é um bom indicador de início de um quadro alérgico. 

6 dicas para auxiliar seu animal nos quadros alérgicos

Minimizar o prurido e restaurar a barreira cutânea são os principais objetivos para proteger esse frágil ecossistema.

  1. Consulte seu veterinário para identificação da causa primária;
  2. Auxilie na restauração da barreira cutânea;
  3. Alimente seu animal com uma dieta balanceada;
  4. Mantenha seu animal livre de pulgas, carrapatos e outros parasitas;
  5. Evite situações de estresse e ansiedade;
  6. Consulte o médico veterinário periodicamente.

Para mais informações sobre distúrbios comportamentais em gatos, acesse o Site do Feliway

Recomendamos :

DOUXO® Calm